sexta-feira, 28 de outubro de 2011

Especias

Scooby-Doo: Cade Voce?!





Scooby-Doo, Cadê Você? É a primeira encarnação do cão fictício Scooby Doo. Estreou em 13 de setembro de 1969 e correu para duas temporadas na CBS como uma meia hora de muito show. Vinte e cinco episódios foram produzidos (dezessete em 1969-70e mais oito em 1970-71).
Scooby-Doo, Cadê Você? Foi o resultado da CBS e os planos da Hanna-Barbera para criar um não-violento programa do sábado de manhã. Originalmente intitulado Cinco Mistérios e, mais tarde, Quem Está com Medo? Scooby Doo, Cadê Você? Sofreu uma série  de mudanças a partir de roteiro. No entanto, o conceito básico é quatro adolescentes de 16 anos (Fred, Daphne, Velma e Salsicha) enxeridos metidos a detetives e um grande cão pateta (Scooby-Doo) resolvendo mistérios sobrenaturais.


Os Novos Filmes De Scooby-Doo





Além dos personagens da turma do Scooby-Doo, em cada um dos episódios desta série apareciam convidados especiais celebridades da TV ou do Cinema e os quais ajudavam a resolver o mistério da semana. Alguns destes convidados eram dublados por eles mesmos (Don Knotts, Jonathan Winters, Sandy Duncan, Tim Conway e a dupla Sonny & Cher, entre outros). Outros que já haviam falecido ou estavam indisponíveis, tiveram a dublagem feita através de imitações das vozes originais (Os três patetas e O Gordo e o Magro). Muitos dos convidados eram futuras personagens de desenhos a serem produzidos pela dupla Hanna-Barbera: Harlem Globetrotters, Josie e as Gatinhas, Jeannie, Speed Buggy, A Família Addams (The Addams Family de 1973) e Batman e Robin (Super Amigos).







O Pequeno Scooby-Doo






O Pequeno Scooby-Doo foi produzido entre 1988 e 1991. Os personagens típicos do desenho eram mostrados em sua infância, mas sempre às voltas com casos misteriosos. O desenho baseados no Scooby-Doo, Cadê Você?, com todas as características, um grupo constituído por quatro adolescentes metidos a detetives (Fred, Velma, Daphne e Salsicha) e o cão dogue alemão chamado Scooby-Doo, viajam num furgão psicodélico chamado Máquina Mistério, e ajudam a investigar casos misteriosos (através da empresa Mistérios S.A.). Visitam lugares inóspitos, casas mal-assombradas, parques abandonados, pântanos e ilhas, ameaçados por fantasmas, múmias, monstros e terríveis vilões.
O novo formato acompanhou a tendência de "babyfication" personagens de desenho animado mais velhos transformados em crianças. Este novo show também usou a mesma fórmula básica de 1969 mostram o original: um grupo constituído de quatro adolescentes metidos a detetives (Fred, Velma, Daphne e Salsicha) e o cão dogue alemão chamado Scooby-Doo, viajam num furgão psicodélico chamado Máquina Mistério, e ajudam a investigar casos misteriosos (através da empresa Mistérios S.A.). Visitam lugares inóspitos, casas mal-assombradas, parques abandonados, pântanos e ilhas, ameaçados por fantasmas, múmias, monstros e terríveis vilões. A maior diferença era o tipo do show Tom Rüegger o produtor construiu em cima do humor ligeiramente irreverente que tinha estabelecido junto com Mitch Schauer o produtor de Os 13 Fantasmas do Scooby-Doo. Isto resultou em uma versão comica do Scooby-Doo, onde músicas eram cantadas em estilo de Rock quando os personagens fugiam de monstros e fantasmas.



O Que A  de Novo Scooby-Doo







Baseada no antigo desenho animado, Scooby-Doo, Cadê Você?, a série é transmitida peloCartoon Network e "Kids' WB", no Brasil é de responsabilidade do Cartoon Network (desde 2003) e SBT (desde 2005) sendo exibida pelo tradicional programa Bom dia e Cia.








Salsicha e Scooby atras das pistas






Em 2007 estreou no Cartoon Network o seriado Salsicha e Scooby Atrás das Pistas (Shaggy and Scooby-Doo Get a Clue). Nesta série, Salsicha e Scooby atuam sozinhos para ajudar o tio Albert Shaggleford contra o malvado Dr. Phybes, e, ao contrário das outras séries, essa segue uma seqüencia.
Mesmo com o advento do computador nos novos episódios de 2003, é interessante notar que apesar dos personagens atravessarem décadas solucionando casos misteriosos, perseguindo ou correndo de fantasmas, eles nunca se tornaram adultos ou tiveram seu figurino alterado, apesar das mudanças de moda ou dos tempos. Sempre o mesmo visual anos 60, de minissaias, lenços no pescoço e cabelos "a La Beatles".






sexta-feira, 21 de outubro de 2011

Seriados: Sandy e Junior

Sandy e Junior
1999


A série Sandy & Junior, que estreou no dia 11 de abril de 1999, era protagonizada pela dupla de cantores filhos de Xororó, aproveitando a grande aceitação dos dois irmãos junto ao público adolescente. O seriado mostrava com humor o cotidiano, os problemas e as aventuras de uma turma de jovens numa grande escola. 

  

Até março de 2002, a ação do seriado se passava no colégio, CEMA - Centro Educacional Mário de Andrade, onde a turma enfrentava novos desafios enquanto se divertiam entre festas e paqueras. As gravações do programa eram realizadas em uma escola de verdade em Campinas, o colégio Liceu Salesiano. Um dos cenários mais utilizados era o trailer do personagem Basílio, que servia de ponto de encontro dos jovens à noite.

A cantora, que dá nome ao programa, juntamente com o seu irmão Junior, era a protagonista do seriado. Sandy interpretava a boazinha da turma que estava sempre a favor do bem e do coração. Ela era uma espécie de líder da turma, meiga, inteligente e conciliadora. Porém, apesar de ser a principal, na maioria dos episódios não era Sandy o tema abordado. Já o Junior era o brincalhão e o amigo da Turma do Cema, estava sempre ao lado da irmã Sandy enquanto conquistava as gatinhas do colégio. Ele era um adolescente articulado e solidário, além de DJ da rádio da escola. 


Um grupo de jovens liderados pelo personagem Boca (Igor Cotrin) fazia de tudo para atrapalhar as boas intenções dos amigos de Sandy e Junior. A partir desses confrontos surgiam diversas situações em que se contrapunham o bem e mal, o certo e o errado. No decorrer e ao fim de cada episódio, a dupla de cantores apresentava um clipe musical relacionado a história exibida.

Entre os jovens havia tipos como o galã Gustavo (Paulo Vilhena), a mimada Patty (Fernanda Paes Leme), e o tímido Basílio (Wagner Santisteban). Na equipe de professores também figuram os liberais, como Rebeca (Adriana Lodoño), e os mais exigentes, como Elvira (Cidinha Milan), todos comandados pelo diretor Camilo (Geraldo Blota Filho), grande aliado dos alunos. 


Em 2000, entra para a escola a dupla Talita (Talita Cantori) e Duda (Vítor Morosini), ambos de 10 anos, alunos do ensino fundamental. Juntos, os dois passam a criar muitas confusões para Sandy, Junior e seus amigos.

Em 2002, o seriado Sandy & Júnior iniciou uma nova temporada, com redação final de Ronaldo Santos, texto de Charles Peixoto, Manuela Dias e Thereza Falcão. O cenário deixa de ser o colégio Cema, e as histórias passam a se desenvolver num condomínio na cidade do Rio de Janeiro. Na nova fase, Sandy e Junior estão na universidade – ela faz psicologia; e ele, música - , são artistas famosos filhos de Xororó e Noely, como na vida real. Agora os personagens são quase adultos, têm sua própria casa e cuidam da própria vida. O programa aborda as temáticas do universo jovem, como conflitos de geração, divergências entre grupos de amigos, romances e muita música. 



Como os episódios custavam em torno de R$ 150 mil cada um, o seriado era quase uma sitcom. Afinal, o foco das tramas eram a intimidade dos personagens. No apartamento que Patty (Fernanda Paes Leme) dividia com Bete (Karina Dohme) e Bebel (Camila dos Anjos), por exemplo, o público via a diferença entre as meninas: a folgada, a desastrada e a responsável até demais, respectivamente. 


Juliana Knust e Graziella Schmitt eram as irmãs Leila e Laila, sobrinhas da síndica do condomínio, Marlene (Malu Pessin). A chegada da nova turma deixou os moradores mais antigos, como Nico (André Cursino), Tony (Edward Boggis) e Yoko (Danielle Suzuki), mortos de ciúme. 


















quinta-feira, 20 de outubro de 2011

Novelas: Terra Nostra

Terra Nostra
1999


 Terra Nostra retomou um tema caro ao autor Benedito Ruy Barbosa: a imigração italiana, no final do século XIX e nas primeiras décadas do século XX, e sua importância para a evolução da sociedade brasileira. A novela conta essa história a partir de um romance que resiste a todos os conflitos e provações para triunfar no final.
Em 1894, o navio Andrea 1 deixa o porto de Gênova, na Itália, e cruza o Oceano Atlântico transportando centenas de camponeses italianos fugindo da crise econômica no seu país para tentar a sorte no Brasil, que naquele momento precisava de mão-de-obra para substituir o trabalho escravo nas plantações de café. Entre eles, está o casal Julio (Gianfrancesco Guarnieri) e Ana (Beth Mendes) e sua filha, a bela Giuliana (Ana Paula Arósio). À bordo, Giuliana conhece Matteo (Thiago Lacerda), um jovem que não tem ninguém no mundo, mas é empreendedor e cheio de esperança.


Durante a viagem, a peste se alastra pelo navio. Os pais de Giuliana morrem e seus corpos são lançados ao mar, para evitar que a doença continue se espalhando. Um dos momentos marcantes nessa primeira fase da novela é a cena em que tripulantes do navio quase fazem a mesma coisa com um bebê, filho dos italianos Leonora (Lu Grimaldi) e Bartolo (Antônio Calloni). Mas a criança chora quando é arrancada dos braços da mãe.
- Matteo também adoece, mas escapa com vida à epidemia. Ele e Giuliana se tornam as únicas referências um do outro. Eles chegam ao Brasil decididos a enfrentar juntos o futuro incerto, mas, durante o desembarque, se perdem e acabam seguindo, cada um, seu destino. A moça é acolhida por Francesco Maglianno (Raul Cortez), imigrante que prosperou em solo brasileiro e que foi grande amigo de seu pai. Matteo arranja emprego na colheita do café da fazenda do coronel Gumercindo Aranha (Antonio Fagundes). 



- Na mansão dos Maglianno, na Avenida Paulista em São Paulo, Giuliana cai nas graças de Marco Antônio (Marcello Antony), o filho bon-vivant de Francesco. Ele se apaixona pela moça mesmo sabendo que ela espera um filho, fruto de uma noite de amor com Matteo. O casamento sofre dura oposição de Janete (Ângela Vieira), mãe do rapaz, que tem aversão aos italianos. 


 O jovem italiano acaba, entretanto, conquistando a confiança do coronel, depois que demonstra ser íntegro ao se casar com sua filha mais velha, Rosana (Carolina Kasting). Vítima de uma cilada da moça, Matteo é acusado de ter se aproveitado dela. Sem poder provar sua inocência, ele decide se casar para impedir que a honra dela seja atingida. Quando Francesco, que havia prometido à Giuliana descobrir o paradeiro de Matteo, finalmente localiza o rapaz, ele já está casado com Rosana, e a moça espera um filho dele. Decepcionada, Giuliana promete a si mesma tentar reconstruir sua vida e esquecer o amado. Ela, então, se casa com Marco Antônio.


A história chega ao fim em 1945, com o término da Segunda Guerra Mundial. Depois de superarem várias separações, Matteo e Giuliana terminam juntos, e, no último capítulo, a italiana reencontra o filho em um orfanato. Gumercindo termina irmanado com os italianos com quem tanto brigou e se torna compadre de Bartolo, que começa no sul do país uma vinícola com a ajuda do fazendeiro. A última cena mostra uma seqüência de imagens de crianças, que termina com uma frase no lugar do tradicional fim: “Essa história não termina aqui”. 




Filmes: Querida, Encolhi as Crianças

Querida, Encolhi as Crianças
1989


O cientista frustrado Wayne Szalinski, inventou uma máquina capaz de reduzir coisas e pessoas. Acidentalmente os filhos dele e os do vizinho são diminuídos e jogados na grama do jardim. Ali enfrentam toda a sorte de perigos (cada gota d´água é uma inundação, os insetos são mortais), enquanto tentam voltar para casa.
























Filmes: Aladdin

Aladdin
1992


É uma história arábica sobre um menino chamado Aladdin, um ladrãozinho de rua que se apaixona pela princesa Jasmine. Só que o garoto é enganado por um velho que é na verdade Jafar, o vizir do reino, que manda Aladdin ir buscar uma lâmpada mágica que contêm um gênio e que realizará três desejos, sendo que na realidade Jafar quer o poder do gênio para si.



  


Postagens populares